apesar…

2 novembro, 2007

…de eu discordar bastante da lista bizarra dos 100 melhores discos nacionais da Rolling Stone, deixo o link pra quem quiser baixar pequenas pérolas como “Clube da Esquina” (que, reza a lenda, está pra sair em edição remasterizada pela Trama), “Chega de Saudade”, “Samba Esquema Novo”, “Os Afro-Sambas”, entre outras delicinhas que NÃO, não existem para comprar nessa país de merda. sijoga.

Anúncios

hahaha

2 novembro, 2007

http://www.dailymotion.com/video/x3d8cg_amy-winehouse-back-to-black-live-em_news

“eu não fui pra rehab porra nenhuma, eu odeio o EMA, eu tô muito preocupada com o padê que pode pular do meu nariz a qualquer momento, eu enchi a cara também, mas meus dançarinos tão ahazzando ali no fundo, olhem pra eles”

(Amy Winehouse não disse isso ontem, mas ia fazer muito sentido depois dessa versão bem louca de “Back to Black”)

Cisne negro

31 outubro, 2007

Roubado da Simone Campos:

Da série: traduções horríveis

Black swan, do Radiohead, começa com o mesmo verso que É o tchan!, do Gerasamba. Pra mim é sinal do apocalipse.

“What will grow crooked you can’t make straight” = “Pau que nasce torto, nunca se endireita”

Barbara e a gata

28 outubro, 2007

Ok, você já deve ter ouvido a história da Barbara Gancia – ops, digo, do Antony, falando sobre saunas bem dotadas no Brasil e campanhas para mulheres na presidência (alguém aí gritou “Hillary”?). Mas acho que ninguém viu a versão de chorar que ele e a banda fizeram de “I Will Survive”, da Gloria Gaynor:

 Antony & The Johnsosns – I Will Survive (São Paulo, Brasil, 25/10/2007)

E tem também as estripulias da gateenha Chan Marshall. Primeiro, a versão destruidora de “Metal Heart” (essa é pra Lu, que citou a música na abertura do lindo post sobre a Cat Power).

 Cat Power – Metal Heart (São Paulo, Brasil, 25/10/2007)

Já a versão barulhenta de “Lived In Bars” vai pra Dani, que escreveu sobre os dois shows e tem uma tag específica no blog dela pra declarar amor à Chan.

Cat Power  – Lived In Bars (São Paulo, Brasil, 25/10/2007)

Colonizados

26 outubro, 2007

Os Mutantes (desfalcados do Arnaldo e da Zélia – ou seja, o Sérgio Dias só) soltaram na Billboard que estão trabalhando com o Tom Zé e que vão fazer um show no aniversário de São Paulo. Por que esse tipo de notícia sai primeiro na gringa?

E lá se vai a Feist…

25 outubro, 2007

A Feist não vem mais pro Brasil (labirintite, diz Thiago Ney). Parece que a Chan vai substituir ela nuns shows – será que agora vai dar pra ver Cat Power duas vezes em São Paulo?

(PS: Rodrigo, parece que o bateirista da banda da Chan é mesmo o Jim White.)

[Atualização]:

Cat Power vai substituir a Leslie em São Paulo sim. Arrais, que tinha comprado ingresso pra Feist, tá mais feliz que pinto no lixo. Mas parece que tem gente querendo devolver o ingresso mesmo – alguém aí quer vender pra mim?

spice up your life?

24 outubro, 2007

Enquanto toda a produção fonográfica pop dos anos 00 se preocupa em copiar as fórmulas incríveis de Timbaland e de Jay Z (que, aliás, tá com disco novo saindo do forno em 6 de novembro –na gringa, claro), fórmula de rádio, fórmula de pop rebolativo, fórmula 89FM e Mix, as Spice Girls inexplicavelmente seguem na contramão.

Headlines (Friendship Never Ends), o novo single das gateenhas londrinas, aposta numa fórmula romântica bem mela-cueca, absolutamente sem graça e sem ‘pimenta’, com cara de dor-de-cotovelo anos 90. É mais ou menos 2 Become 1 (dadas das cabidas proporções) só que numa versão com menos graves e sem refrão.

Quem tá de volta com canção nova também é o The Verve. Você pode baixar aqui ou escutar 70% da música aqui. É uma jam session bem boa, de pouco mais de 14 minutos.

Aqui no Brasil, a novidade fica por conta do site novo da Tropicália, que até o momento deste post ainda não tinha entrado no ar. Bora conferir até o fim da tarde.