diga 33

26 junho, 2007

Sentado aqui no computador, bêbado, logo depois de chegar do aniversário de uma amiga minha. Segunda pra terça, 25 pra 26 de junho. Já passou bem da meia-noite, então é feliz aniversário para mim. Se minha mãe ainda não ligou, é porque ela deve ter dormido antes de virar a meia-noite (ela SEMPRE foi a primeira a me dar parabéns…).

33 anos…

33 anos, e ainda sinto que dos vários pontos finais que coloquei em minha vida, vários foram em frases erradas.

33 anos, e me orgulho de muito que fiz e virei. Mas ainda hoje me sinto um bosta, quando penso em tudo que queria fazer e ser.

33 anos, e sei que ainda posso morrer antes que meus pais.

33 anos, e cada vez estou em mais bares, com mais pessoas, cada vez mais dando os mesmos sorrisos fáceis que ajudam a ninguém me conhecer.

33 anos, e acredito que existe mais do que uma mulher da sua vida, DURANTE a sua vida. Que mesmo que você perca uma, outra aparecerá.

Tenho que acreditar…

33 anos, e continuo sem sacar direito porque pagar minhas contas não me ajuda a sentir que sou adulto. E muitas vezes agradeço a isso. Profundamente…

33 anos, e só o que eu queria era poder estrear minha banda nova. Não rolou, a banda não ficou pronta, então não pude fazer o show do jeito que eu queria, usando uma tanga de peles e coroa de espinhos na cabeça, para me crucificar e ser apedrejado no fim do show.

33 anos, e ainda desejo que as pessoas entendam a piada.

33 anos, e mesmo quem gosta de mim diz que sou crítico e só gosto do que ninguém conhece. Mas ainda não assisti Gláuber, e as vezes ainda sorrio lendo HQs de super-heróis.

33 anos, e sinto saudades de pessoas que perdi, e ainda penso em pessoas que não consigo perder…

33 anos, e as vezes, ouvindo gravações toscas de minhas próprias músicas, me pego cantando junto. Não por treino.

33 anos, e sempre lembro que nunca cantei para você a música que fiz para me despedir.

33 anos, e no começo do meu aniversário estou aqui, ainda bêbado, sozinho, na frente de um processador de texto. E as palavras ainda são minhas maiores companheiras… Normalmente são as palavras dos outros, quase sempre de desconhecidos. Mas minha paz verdadeira, que encontro apenas de vez em quando, é quando as palavras são minhas.

33 anos, e ainda tentando. Sempre…

E sem desistir…

13 Responses to “diga 33”

  1. palugan Says:

    PARABÉNS, putex!
    mais 33 pra vc. roque, churras e caipirinhas.

  2. Lu Farias Says:

    E não desista nunca, Adri!!! principalmente daquele nosso projeto infantil maluco, HAHAHAHAHAHA…

    Parabéns procê, meu querido!!!

  3. Adriano Says:

    Eita…
    33 e já deveria ter aprendido a regra básica de segurança nas comunicações, se beber, não poste…
    33 e já não deveria entrar no blog pra ver se tem alguma novidade e descobrir uma, um texto que eu esqueci que tinha feito…😐

    Valeu Palugas, valeu Lu! E sim, nosso projeto irá rolar!

  4. eugeniovieira Says:

    o jeito é tomar 33 doses em 33 bares diferentes.

  5. Adriano Says:

    Beber? nunca mais!
    RElendo o texto eu descobri que quando bebo eu fico emo!

  6. Adriano Says:

    Emo tira todas as manchas…
    DE SAAAANGUEEEE EEE LÁÁÁGRRIIIIMAAAAAAASSSS!!

  7. Gonzo Says:

    O Adriano bêbado parece ilegal, mas é legal.

  8. Adriano Says:

    Se eu falar que nunca mais vou beber, alguém acredita? Por favor?

    Pô, até minha irmã me chamando de emo?😦

  9. Lu Farias Says:

    Uahahahahahaha!!!

    Se só te chamando de EMO você comenta lá no meu blog, então vamos lá:

    emooooooooooo

  10. Adriano Says:

    Respondi lá para defender minha honra, e mostrar que desde o berço (o meu, no caso) seu esporte é me ofender!

    bjs
    a


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: